06/04/2012 - Cristo ressuscitado está conosco


Celebrar a Páscoa é proclamar que Jesus ressuscitou. É encontrar o Senhor Ressuscitado e viver com Ele uma vida nova.

Jesus Cristo ressuscitou e vive atualmente na plenitude de Deus e em sua Igreja. De onde provém este anúncio? Ele provém de longe. Provém do Anjo da Ressurreição; provém das mulheres que, na madrugada daquele distante “primeiro dia da semana”, foram ao sepulcro e o encontraram “vazio’; provém de Pedro e a seguir de todos os Onze que O viram, comeram e beberam com Ele (cf. At 10, 41).

Este anúncio propagou-se rapidamente de pessoa a pessoa, formando uma Comunidade em Jerusalém. A nossa fé fundamenta-se no anúncio de um fato: “Ele ressuscitou e foi visto!”O cristianismo fundamenta-se sobre a fé em Cristo Ressuscitado e não sobre ideologias ou ideias abstratas por mais elevadas e atraentes que sejam.

A Ressurreição não foi um retorno à vida terrena. O que não passaria de um grande milagre. “Sabemos que Cristo, ressuscitado dos mortos, não morre mais. A morte não tem mais poder sobre ele” (Rm 6, 9), o que implica que o Seu corpo passa do estado de morte para uma outra vida que está para além dos limites do tempo e do espaço.

Cristo ressuscitado já não entra no convívio das pessoas, mas manifesta-se a quem quer e quando quer e das formas mais variadas, a ponto de não ser reconhecido pelos que tinham convivido com Ele, e isto para suscitar-lhes e solidificar-lhes a fé.

Portanto, a Ressurreição do Senhor Jesus é um fato histórico, testemunhado pelos apóstolos: “Deus ressuscitou-o no terceiro dia e concedeu-lhe que se manifestasse, não a todo o povo, mas às testemunhas designadas de antemão por Deus: a nós, que comemos e bebemos com Jesus, depois que ressuscitou dos mortos”(At 10, 40-42).

Por outro lado, o milagre da ressurreição não quer ser uma superdemonstração do poder de Deus para convencer os seres humanos. Com efeito, Jesus não quer gente convicta, mas pessoas que acreditam no amor. Se Jesus quisesse forçar as pessoas a acreditarem Nele, teria aparecido a Caifás, a Pilatos, a Herodes e não apenas a seus amigos (cf. Jo 20, 1-9).

Deus ressuscitou Jesus. Somente os amigos, contudo, que acreditavam Nele foram capazes de vê-Lo e acolhê-Lo.

Cada um de nós é chamado a fazer a experiência de Cristo ressuscitado. O cristão que vive em si a Ressurreição de Jesus, isto é, que faz experiência pessoal da Ressurreição de Cristo, olhará para si mesmo, para as pessoas que o cercam e para o mundo, com um olhar diferente, original, criativo… De cada cristão espera-se que transpareça irradiante o rosto de Cristo ressuscitado.

Seremos testemunhas felizes e autênticas da Ressurreição do Senhor na medida em que formos capazes de abrir nossos olhos e de remover toda pedra do coração para acolher com alegria a luz da ressurreição e torná-la experimentável aos que necessitam de nossa solidariedade fraterna.

Possa Cristo ressuscitado encontrar-nos vigilantes e com o coração aberto para reconhecer o Seu rosto e levar a todos a “Boa Notícia”: “Vimos o Senhor!”.
A todos (as) os (as) queridos (as) Leitores (as) do “Boa Notícia”, votos de santa Páscoa e de feliz encontro com Cristo Ressuscitado!

Dom Nelson Westrupp, scj
Bispo Diocesano de Santo André

Fonte: http://www.diocesesantoandre.org.br
voltar


Horários da Paróquia

Missas

Segundas e Quartas-feiras: 6h30
Terças e Sextas-feiras: 6h30 e 19h
Quartas-feiras: missas nas casas do território paroquial às 19h30
Quintas-feiras: 19h30 (missa em louvor ao Santíssimo Sacramento)
Sábados: 6h30 (1º sábado de cada mês) e 15h30 
Domingos: às 8h, às 10h e às 18h30

Secretaria

Segunda à sexta: 7h30 às 11h45 e 14h00 às 18h30
Sábados: 8h00 às 18h00
Domingos: 8h00 às 12h00 e 17h00 às 18h30

Confissões

Quinta-feira: 15h às 17h00

Vídeo da semana

 

RUA CASTRO ALVES, 781 . CEP 09540-030 . SÃO CAETANO DO SUL . (11) 4221-2853 . secretaria@nscandelaria.org.br

© 2005 - 2012 . PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CANDELÁRIA . Todos os direitos reservados


ProprioDesign